Programas e Requisitos de Treinamento de Enfermagem

Os enfermeiros são responsáveis ​​por tratar os pacientes, educar os pacientes sobre tópicos relacionados à medicina e realizar testes e procedimentos médicos básicos. Requisitos para enfermeiros variam por posição e deveres.

Informação essencial

Indivíduos interessados ​​em programas de treinamento de enfermeiros normalmente se inscrevem em um certificado de um ano, grau de associado ou programa de bacharelado em campo, isso é ensinado o passo a passo no curso de aph. Enfermeiros em todos os campos da saúde devem ter treinamento em nível universitário.

Enfermeiros assistenciais licenciados (LPNs) são normalmente obrigados a ter um grau de associado em enfermagem, enquanto enfermeiros (RNs) devem ter pelo menos um grau de 2 anos, mas um grau de bacharel de 4 anos em enfermagem é mais comum. Profissionais de enfermagem avançados, como profissionais de enfermagem ou especialistas em enfermagem, geralmente são obrigados a ter um mestrado de 2 anos em enfermagem.

Os enfermeiros devem ter experiência em se comunicar com médicos e outros profissionais da área médica, cuidando de pacientes e realizando vários exames médicos diagnósticos. A experiência é tipicamente obtida por meio de oportunidades clínicas em programas de graduação. Existem várias especializações disponíveis no campo, como pediatria, geriatria e saúde mental.


Certificado De Enfermagem

Alunos em um programa de certificação de enfermagem aprendem técnicas básicas de atendimento ao paciente. Os programas de certificação normalmente treinam os alunos para passar no teste de licenciamento para se tornarem LPNs ou enfermeiros vocacionais licenciados (LVNs).

Associado de Ciências em Enfermagem (ASN)

Um grau de associado em enfermagem é geralmente considerado o requisito educacional mínimo para RNs. Estes programas incluem cursos básicos em terminologia médica, atendimento ao paciente e ciências da vida. Os alunos recebem instrução em sala de aula e treinamento clínico em hospitais e outros ambientes médicos.

Bacharel em Ciências em Enfermagem (BSN)

Embora os programas de ASN proporcionem aos alunos uma formação adequada em enfermagem, o grau de bacharel proporciona uma maior experiência clínica e uma educação geral mais forte. Um programa BSN permite que os alunos estudem áreas especializadas de enfermagem, incluindo pediatria, geriatria e enfermagem em saúde mental. Os alunos também podem estudar tópicos de saúde aliados fora da enfermagem por meio de disciplinas eletivas.

Mestrado Em Enfermagem (MSN)

O mestrado é destinado a profissionais de enfermagem interessados ​​em cargos de supervisão. Profissionais de enfermagem, enfermeiros especialistas e instrutores de enfermagem são frequentemente obrigados a ter um mestrado. Os programas do MSN geralmente se concentram em métodos de pesquisa em enfermagem, liderança em enfermagem e tendências em saúde.


Informação de Carreira

Posições de enfermagem de nível de entrada estão disponíveis para novos enfermeiros sem experiência profissional. Perspectivas de emprego são melhores, no entanto, para enfermeiros com pelo menos 2-5 anos de experiência. Como os programas de treinamento em enfermagem incluem oportunidades de treinamento clínico, a maioria dos enfermeiros ganha alguma experiência enquanto ainda está na escola. Posições avançadas de enfermagem podem exigir mais de 5 anos de experiência ou conhecimento de áreas específicas, como pediatria, geriatria ou saúde da comunidade.

Licenças e Certificações

Os enfermeiros devem obter o licenciamento do Conselho Nacional de Conselhos de Enfermagem do Estado. LPNs e LVNs devem passar pelo Exame de Licenciamento do Conselho Nacional – Enfermagem Prática (NCLEX-PN), enquanto os RNs devem passar pelo NCLEX-RN para receber o licenciamento. Estes exames de licenciatura abrangem todos os aspectos da enfermagem, incluindo atendimento ao paciente, saúde pública e administração de medicamentos. Requisitos adicionais de licenciamento e certificação variam de acordo com o estado. Os enfermeiros também são obrigados a ter a certificação CPR, que normalmente é obtida durante o treinamento.

Educação continuada

Oficinas de enfermagem, seminários e oportunidades de treinamento de curto prazo estão disponíveis em faculdades e várias associações de enfermagem. Faculdades e universidades normalmente realizam seminários com duração de 1 ou mais horas que enfocam questões específicas dentro de enfermagem ou de saúde. Os seminários podem enfocar estratégias práticas de enfermagem ou teorias de enfermagem mais abstratas.

Associações como a American Nurses Association (ANA) e a National Student Nurse’s Association (NSNA) realizam frequentemente oficinas para enfermeiros de todos os níveis profissionais. Eventos e conferências de treinamento podem durar vários dias e incluir seminários ou workshops individuais que abordem diferentes aspectos da enfermagem. Os estados e regiões também têm associações que oferecem oficinas de enfermagem, por exemplo, a Associação de Enfermeiros do Estado de Nova York e a Associação de Enfermeiras do Texas.

Os profissionais de enfermagem podem encontrar oportunidades de educação continuada e desenvolvimento profissional por meio de associações como a ANA. Normalmente, os programas de educação continuada on-line e presencial permitem que os enfermeiros acompanhem as mudanças no setor e as tendências da enfermagem. Certificado de graduação e doutorado Programas de enfermagem também podem fornecer uma excelente fonte de desenvolvimento profissional para profissionais de enfermagem.

Para se tornar um enfermeiro, os alunos devem realizar educação nos níveis de certificado, associado, bacharelado ou mestrado. Todos os enfermeiros em qualquer nível de ensino devem ser licenciados e certificados em CPR, com oficinas de educação continuada e similares para ajudar a melhorar as habilidades sem obter um certificado de pós-graduação ou doutorado.


Dicas de beleza para rejuvenescer

Ter uma pele linda e jovem é o sonho de muitas mulheres, afinal, depois de certa idade, quem é que não quer parecer uns 10 anos mais jovem, não é mesmo?!

O fato é que não existe sensação melhor do que dizer a idade para alguém e a pessoa ficar chocada, dizendo que você parece ser muito mais jovem. Quem não gostaria?!

O que você precisa saber é que isso não é impossível e existem alguns cuidados que podem ser tomados para ajudar a manter a saúde da pele e diminuir as marcas do tempo.

Então, vamos ver algumas dicas incríveis de como rejuvenescer com cuidados especiais:

Faça limpeza de pele com frequência

Uma da formas mais comuns de ajudar a manter a pele mais jovem e bonita é fazendo limpezas de pele com certa frequência.

Isso porque esse tipo de procedimento ajuda a remover as impurezas da pele, a tirar cravos, a eliminar as células mortas e ainda melhor a textura da pele.

Isso sem falar que ainda pode ajudar a diminuir as manchas e linhas de expressão!

  • Peeling químico profissional

Um peeling químico é o tipo de tratamento que ajuda a remover as camadas de pele já mais envelhecidas da face. Com isso, ela fica mais lisinha e jovem.

Ela ainda pode ser ótima para a retirada de marcas e cicatrizes, clareando a pele.

No entanto, o processo pode ser bastante doloroso e depende de uma boa cicatrização e cuidados pós-procedimento para que se tenha um bom resultado, por isto usar algum produto natural como o Velvet Beauty Pro que tem efeito anti-aging, pode ser uma melhor opção.

Não dispense o creme ainti-idade

As rugas são as marcas visíveis que o processo de envelhecimento deixa na pele, especialmente em algumas regiões como testa, cantos externos dos olhos e laterais da boca, entre outros.

Por isso é que o creme antirrugas ou anti-idade deve passar a ser algo indispensável na sua rotina.

No entanto, prefira sempre os produtos naturais, afinal, os químicos, com o passar do tempo e o decorrer do uso, acabam acentuando ainda mais o problema.

Faça esfoliação com frequência

Um rosto iluminado é sempre sinônimo de uma pele saudável e bem cuidada. Para conseguir essa expressão mais lisinha e uniforme, uma boa dica é esfoliar a pele com certa frequência.

Esse hábito ajuda a pele a se manter em constante renovação, eliminando as células mortas, e ainda contribui para o rejuvenescimento

A indicação é esfoliar o rosto cerca de duas vezes na semana!


5 remédios naturais para eliminar dores de cabeça

Provavelmente as dores de cabeça são um dos males que mais dificultam a tarefa diária. Várias vezes por ano somos acometidos por uma dor de cabeça que dificulta nossas rotinas. No entanto, existem estratégias caseiras que podem ajudá-lo a acabar com este desconforto e remover as dores de cabeça. Neste artigo, trazemos cinco deles.

Por que as dores de cabeça ocorrem?

A dor de cabeça é um dos problemas de saúde mais comuns. É uma inflamação no interior do crânio, que na maioria dos casos é causada por tensão excessiva, falta de sono ou estados depressivos. Em outros casos, é causada por distúrbios do sistema vascular. A dilatação dos vasos sanguíneos produz uma pressão interna que resulta em dores de cabeça irritantes.

Há muitos tipos diferentes deste tipo de desconforto, de simples a enxaqueca mais complexos, que podem ser prolongados dor ou latejante, acompanhados por outros sintomas como sensibilidade à luz, nos casos mais graves. No entanto, no dia-a-dia, pequenas dores podem aparecer devido a fatores como estresse, poluição ou certos hábitos. Para isso, existem alguns remédios eficazes para remover a dor de cabeça.

O que fazer para aliviar a dor de cabeça?

Os diferentes tratamentos para as dores de cabeça  são diretamente proporcionais à intensidade da dor. No entanto, quando o desconforto não diminui com analgésicos ou drogas naturais, é melhor ir ao médico. Mas tenha em mente que remédios caseiros podem ser suficientes em casos leves e temporários. Conheça estes cinco:

1. Banho de água quente

Tomar banho sempre será uma estratégia muito apropriada para eliminar a tensão. Como a dor de cabeça é causada por estresse excessivo , isso pode ser suficiente para eliminá-la. Se também aplicarmos óleos de origem natural, a aromaterapia pode ser eficaz para remover dores de cabeça e outras manifestações.

Ingredientes

  • 1 banheira de água morna
  • 50 gramas de sais aromáticos

O que devo fazer?

  • Encha a banheira com água morna e adicione os sais aromáticos.
  • Mergulhe nele e permaneça com o corpo em repouso por 30 minutos.

2. Chá de camomila

Um chá de camomila parece ser um remédio eficaz para quase qualquer coisa. É famosa por suas propriedades para aliviar a dor de estômago, mas é muito eficaz para remover a dor de cabeça.

Ingredientes

  • 30 g de camomila
  • 500 ml de água
  • Açúcar a gosto

O que devo fazer?

  • Aqueça a água até atingir o ponto de ebulição.
  • Adicione a camomila e deixe alguns minutos.
  • Coe e sirva em um copo ao qual o açúcar é adicionado a gosto.

3. Massagens de cabeça

Ter uma massagem na cabeça para liberar a tensão é uma das alternativas mais eficazes para remover dores de cabeça. Pressionar certos pontos na superfície do crânio pode fazer com que o desconforto desapareça. Isso, especialmente, se a massagem for feita com óleo de lavanda.

Ingredientes

  • 5 gotas de óleo genérico
  • 5 ml de essência de lavanda

O que devo fazer?

  • Massageie suavemente e continuamente. Isso deve ser feito desenhando-se espécies de círculos nas têmporas, na testa, nas sobrancelhas, nas maçãs do rosto e na coroa.
  • Alterne este movimento com o de exercer uma pressão sobre esses pontos e se revezar com movimentos repousantes.

4. vinagre de maçã

Embora este remédio possa ser um pouco desagradável para você, é um daqueles que podem produzir os efeitos mais imediatos. Comer pequenas porções de vinagre de maçã pode rapidamente arruinar sua dor de cabeça.

Ingredientes

  • 200 ml de água
  • 10 ml de vinagre de maçã

O que devo fazer?

  • Adicione uma colher de sopa de vinagre de maçã em pelo menos três copos de água durante o dia.
  • Certifique-se de que a água esteja à temperatura ambiente, pois a água muito fria pode gerar mais tensão na cabeça.

5. Cataplasma de melancia

Em muitos casos, as dores de cabeça estão associadas a altas temperaturas corporais detonadas pelo calor. Neste sentido, é aconselhável refrescar toda a sua área do cérebro com cataplasmas de melancia fria.

Ingredientes

  • ¼ de melancia

O que devo fazer?

  • Retire a casca da melancia.
  • Remova todas as suas sementes.
  • Pique em camadas finas e deixe esfriar na geladeira.
  • Aplique-os na testa, maçãs do rosto e templos por cerca de 20 minutos.

A pressão na cabeça não é algo que deva gerar muita angústia. Isso, na maioria dos casos, não é mais do que uma consequência de viver em uma sociedade cheia de demandas e que exige muita velocidade. No entanto, sofrer deste transtorno em excesso deve alertá-lo.

Se uma dor de cabeça exceder 48 horas e não desaparecer com as técnicas mencionadas anteriormente, é imprescindível consultar o médico. No entanto, os remédios naturais serão de grande ajuda em qualquer caso que surja em seu caminho.